05 May 2017

dos 38

Mais um.

Não costumo dar grande importância aos meus anos. não me fazem qualquer diferença e não lhes acho mais piada do que a uma passagem de ano. Vá, recebo presentes! Não me lembro sequer de ter feito 37 e já estou em modo 38.
Como tenho dito a idade abateu-se sobre mim com força aos 37. Fiz um balanço por alto, assim rápido e de cabeça e nos 37 perdi muito mais do que ganhei (se não contarmos brancas e peso e 3 dias de vida desde que deixei de fumar! Melhor não fazer balanços agora.
É dia de festa e de presentes! há-de ser, não é já já... o L. já me adiantou que me vai dar beijinhos. A X. já me deu um vaso mega sweet. O B. também já avisou que tem 'qualquer coisa' na mochila... Perks de fazer anos sempre perto do dia da Mãe! E sem saberem, em dia de anos, dia da Mãe, em qualquer dia, eles são o meu melhor presente. São o meu melhor. 

Mais um.

Venham daí as rugas e mais brancas. Venha daí o que tiver que vir. Muitas vezes na minha infância quis ser graúda, imaginei-me precisamente nesta fase da minha vida e estou tão perto do que imaginei! Imaginei-me loira e envolvida em política, menos gorda e com um guarda-roupa mais executivo,  mas poucas mais diferenças me ocorrem. Ah, sabia tocar qualquer coisa de jeito na viola!
Portanto... ou nós vamos empurrando a vida como queremos ou a vida molda-nos à imagem dos nossos sonhos.
Either way, i'm a luck girl.


No comments: